terça-feira, Março 18, 2008

“A Tradição e a Cultura”

“A tradição faz parte da cultura de um povo. É o chamado património cultural imaterial.
Paradoxalmente, os agentes culturais dividem-se em dois campos antagónicos no que à tradição diz respeito.
Há aqueles que em nome da cultura sacralizam a tradição querendo-a intocável, inatacável e absoluta. Do outro lado há os que vêem a tradição como anti-cultura, a força do imobilismo, o grande obstáculo à criatividade e à inovação; e alguns destes vão mesmo mais longe julgando que qualquer atentado à tradição pode ser considerado como acto cultural.
Felizmente, entre estas duas poderosas hostes há uma pequena força que se opôe a qualquer delas e, como tal, tem nelas dois formidáveis inimigos que a esmagam em poderosa tenaz. Referimo-nos àqueles para quem a tradição é um valor cultural estimável e respeitabilíssimo mas não sagrado nem intocável; para quem a inovação não é herética nem anti-tradição; para quem a tradição se auto-inova dia a dia.
É nesta capacidade de inovar a tradição que se situa o valor cultural da tradição; e é aqui que reside a sua respeitabilidade que devemos defender a todo o custo de visões simplistas e unilaterais.
Quem da tradição tem uma visão crítica sabe esta verdade: que há tradições boas e más, as que são respeitáveis e as que o não são. Nesta perspectiva, é sempre tempo de deixar esmorecer ou mesmo abandonar uma tradição que o tempo e o lugar já não justificam (isto é, já não têm valor cultural) e é sempre tempo de dar origem a novas tradições ou renovar ainda outras.
Aliás, a tradição é de sua natureza auto-regeneradora. “Traditio” é o que transita no tempo, de geração para geração, adaptando-se ao tempo, a novas solicitações e motivações, mudando por isso, a sua forma. Assim, a tradição não é rigida nem fixista: é evolutiva. E se não evolue, morre, deixa de ser tradição para ser recordação.
Para ser valor cultural a tradição deve ser aquilo que é: evolução livre ao longo do tempo. Se forçada – passa a ser um artifício e uma mentira sem qualquer valor culural. E o seu destino, invariávelmente, é a morte.
Ora o peso da religião na tradição é, por isso mesmo, um valor não negligenciável na cultura. Do mesmo modo que a cultura condiciona o modo de ver e viver a religião. Como veremos em próxima crónica.”

In semanário católico “A Ordem”, da autoria de M. Moura-Pacheco.

7 comentários:

livia disse...

muito obrigado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

livia disse...

muito obrigado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

livia disse...

muito obrigado !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

yure disse...

muito obrigado !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

shetephanny disse...

odiei!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!.

Anónimo disse...

So, what on the button is aurаwave at any rаte, and and
so pаy for the winneг that it's had since its liberation- as easily as muscleman rawness in other extremities.
Also see my site > http://aurawavereview.com/

Anónimo disse...

Vapor Couture, released vapor but it does not contain the exact same smoke
and bad effects to the physique unlike the classic cigarette smoking.
Replace Your Dangerous Cigarettes With Harmless V2 Cigs Replace Your Damaging Cigarettes with Harmless V2 Cigs to see
and really feel the positive aspects. The most often reported factors that teens take up smoking include searching mature,
a desire to experiment with something "forbidden" and peer stress.
Some men and women ultimately stopped making use of nicotine
gums, the patches and other techniques possibly
since their oral fixations are not met even if the level of nicotine is
present. He also offers advices to folks who
necessary it, and provides an unbiased comment regarding the merchandise in the
market place right now.

Feel free to visit my homepage: V2 cigs coupon June 2013